Você quer investir em um negocio próprio e intenciona comercializar produtos e serviços pela internet? Para que construa um negócio promissor e inovador é essencial que você conheça as plataformas de vendas e as principais diferenças entre e-commerce e marketplace. Pensando nisto, apresentamos este artigo explicando tais diferenças assim como as vantagens e desvantagens de cada plataforma. Confira abaixo!

 

CONHECENDO AS PLATAFORMAS. O QUE É E-COMMERCE? O QUE É MARKETPLACE?

 

No artigo: O que é e-commerce? 05 razões pelas quais você deve investir neste empreendimento explicamos detalhadamente o que é o e-commerce e futuramente faremos um artigo exclusivo sobre marketplace, indicamos que você consulte ambos os artigos para melhor entendimento, mas abaixo, responderemos de forma sucinta o que é cada plataforma de comércio.

O e-commerce é uma loja virtual, através dela você pode comercializar produtos e serviços. É um modelo de negócio que está em constante expansão, afinal, as pessoas de modo geral utilizam smartphones o tempo inteiro e realizar compras online proporciona facilidade, agilidade e muita comodidade.

O marketplace assim como o e-commerce, também é uma plataforma de comércio digital, entretanto, enquanto o e-commerce é uma loja digital que vende produtos e serviços específicos, o marketplace é uma espécie de shopping center virtualm ou seja, divulga diferentes produtos, serviços e marcas.

 

PARA UM MELHOR ENTENDIMENTO, APRESENTAREMOS EXEMPLOS:

 

Exemplo de E-commerce: Uma loja virtual que comercializa seus próprios produtos para a casa, mesa e banho, ou seja, tem um nicho de mercado, investe em marketing para divulgação, utiliza intermediadores de pagamento ou gateway, sistemas de gestão de estoque e possuí um sistema logístico de entregas qualitativo. Esta junção garante que o cliente aprove a loja virtual e que indique a amigos e volte a comprar novamente, com isso, a marca tende a ser divulgada e disseminada no mercado.

 

Exemplo de Marketplace: Americanas é um bom exemplo de Marketplace, como dissemos anteriormente, marketplace é um shopping center virtual. Quando um consumidor pesquisar um determinado produto, o marketplace apresenta diversas marcas e fornecedores. A que estiver mais em conta, ou que tiver maior qualidade, tende a receber um clique, que será direcionado para o site do vendedor. Em troca, os vendedores pagam ao marketplace um percentual, uma comissão que varia de 9,5 % a 30% do valor das vendas (variável de acordo com o nível de divulgação solicitado pelo vendedor).

 

MARKETPLACE x E-COMMERCE. VANTAGENS E DESVANTAGENS

 

  • MARKETING E PROPAGANDA

Não há como fugir, para que seus produtos e serviços sejam vistos, literalmente, faz-se necessário um investimento pesado em divulgação e propaganda, o investimento para o e-commerce neste sentido é maior pois o lojista por conta própria deve criar meios e estratégias para divulgar seus produtos e mais que isso, enfrentar a grande concorrência existente no mercado. No caso do marketplace, é mais fácil para o vendedor receber novos cliente pois geralmente, estas lojas já estão estabelecidas no mercado e normalmente o consumidor tende a buscar produtos nelas ( Americanas, Netshoes, Mercado Livre…), Ou seja, se você produz tênis e faz um contrato para que a NetShoes seja o seu marketplace, não precisará se preocupar com divulgação, pois o site que recebe milhões de usuários por mês divulgará seus produtos (de acordo com a busca dos usuários), em troca de uma comissão sobre as vendas.

 

  • VISIBILIDADE PARA SUA MARCA

É importante destacar, quando um empreendedor que utiliza o e-commerce, investe em marketing digital e desenvolve boas estratégias de divulgação, a fidelização dos clientes assim como a divulgação da sua marca depende exclusivamente do empreendedor, ou seja, ele será conhecido ou não, ponto final. No marketplace, é muito comum ouvirmos relatos de compradores que compraram de fornecedores que estavam cadastrados em grandes sites e não sabiam que estavam comprando de um fornecedor. Diálogos como: ” – Onde você comprou isto?”  “Comprei na Americanas!” são muito comuns ou seja, você pode ter muitas compras através do marketplace mas a sua marca pode não ser conhecida.

 

  • PAGAMENTOS

No o e-commerce, é preciso contratar gateways ou intermediadores de pagamentos para que os clientes finalizem as compras com comodidade e não abandonem compras nos carrinhos eletrônicos. É muito comum relatos de consumidores que não concluíram a compra pois o processo de pagamento é confuso e por vezes trabalhoso. Investir em inovações, implementar todas as opções de pagamento gera um custo alto para quem está iniciando um e-commerce. No marketplace você não paga valores altos para garantir bons sistemas de pagamentos online, você pagará normalmente apenas a taxa administrativa cobrada pelo marketplace por intermediar as negociações.

 

  • SEGURANÇA

Mais uma vez, no e-commerce, você é responsável pela segurança das transações comerciais, ou seja, você deverá investir em bons sistemas de segurança para impedir que as informações dos seus clientes sejam roubadas. Novamente, bons sistemas de segurança tendem a ter valores altos e para um empreendedor que está iniciando, pode ser um problema. No marketplace quem tem esta responsabilidade é o shopping virtual, pois do mesmo modo que será lembrado em casos de compras com sucesso, será lembrado em casos de problemas de segurança. Para evitar problemas, marketplaces investem nos melhores sistemas de segurança.

 

  • CONCORRENTES: DISPUTA PARA SER O MELHOR

No e-commerce você demora para conquistar clientes e gerar visibilidade no mercado, entretanto, é possível criar estratégias para estimular novas vendas: promoções, programas de fidelidade, agilidade nas entregas e com indicações tendem a trazer novos clientes. No marketplace por outro lado, não tem jeito, os concorrentes ficam lado a lado, o melhor meio para se destacar é garantir um bom preço, mas você deve pensar: você consegue lucrar baixando o preço e pagando a comissão do marketplace?

 

 

MAS AFINAL O QUE DEVO ESCOLHER MARKETPLACE OU E-COMMERCE?

 

Ambos! Uma junção das duas plataformas é o ideal, afinal, ambas as plataformas tem vantagens e desvantagens. Existem alguns sistemas nos e-commerces que podem ser integrados a alguns marketplaces, ou seja, você pode utilizar o marketplace garantindo vendas a mais enquanto divulga e constrói a sua marca na web. Além disso, no marketplace o investimento não é tão alto, pois as comissões são sobre as vendas, sem vendas não há comissões. Você pode direcionar grande parte da sua atenção e investimento para o seu e-commerce enquanto os anúncios no marketplace trazem algumas vendas durante este processo.

 

Fonte: Devo criar um e-commerce ou vender em um marketplace?

O que é marketplace? Veja as vantagens e desvantagens

O que é e-commerce? E como funciona?

E-commerce ou Marketplace? Entenda as diferenças, vantagens e desvantagens! 1 marketplace

Contabilidade Online descomplicada e econômica para a sua empresa

a partir de

R$ 99,00/mês