Você entregou o IRPF em 2019 e identificou que há um saldo a restituir? Que maravilha! Então este artigo é pra você. Apresentaremos abaixo o que é a desejada restituição de IRPF, quem tem direito, quais são os prazos de liberação do pagamento e muito mais! Confira abaixo!  

 

  • Quem tem direito a restituição?

Quem pagou imposto a mais do que deveria no ano de 2018. Ao preencher o programa do imposto de renda, o contribuinte conta com algumas deduções da base de cálculo, sendo assim, o programa consegue identificar se o contribuinte pagou imposto a mais do que deveria e tem saldo a restituir ou pagou a menos e tem imposto devido.  

 

Prazos de restituição IRPF 2019. Quem tem direito? Quais são as datas de liberação do pagamento? 1 prazos de restituição irpf 2019

 

Ao finalizar a declaração o contribuinte pode optar por uma dessas duas formas de tributação: Por Deduções Legais ( dependentes, despesas médicas, despesas com educação entre outros) ou  Por Desconto Simplificado ( desconto de 20% sobre a base de cálculo do imposto, limitado a R$ 16.754,34). Cada declaração é única e precisa de uma avaliação para identificar qual é a melhor forma de tributação, mas, de forma sucinta: Se você tiver mais despesas dedutíveis opte por Deduções Legais, caso contrário, opte por Desconto Simplificado.    

 

  • Como funciona o pagamento da restituição?

 

O pagamento da restituição ocorre anualmente a partir de junho até dezembro. É divido em lotes, sendo que o pagamento do primeiro lote é destinado aos seguintes contribuintes:

  • Idosos com idade superior a 60 anos;
  • Pessoas com deficiências;
  • Professores (cujo magistério seja sua maior fonte de renda).

Do segundo lote em diante as restituições são pagas de acordo com a data de entrega, sendo assim, quando o seu contador solicita que você entregue o quanto antes, ele não está sendo chato, quer apenas garantir que você será um dos primeiros a receber o imposto a restituir.  

 

  • Quais são as datas de liberação do pagamento dos lotes?

 

A partir das seguintes datas você pode consultar a liberação do pagamento:

  • 1º lote: 17/6/2019
  • 2º lote: 15/7/2019
  • 3º lote: 15/8/2019
  • 4º lote: 16/9/2019
  • 5º lote: 15/10/2019
  • 6º lote: 18/11/2019
  • 7º lote: 16/12/2019

 

A consulta deve ser realizada mensalmente no site da Receita Federal mais especificamente no Consulta Restituição, você deve informar o seu CPF, a data de nascimento e o exercício, clicar em avançar e verificar a liberação.

 

Prazos de restituição IRPF 2019. Quem tem direito? Quais são as datas de liberação do pagamento? 2 prazos de restituição irpf 2019   

Fique atento é importante!

Prazos de restituição IRPF 2019. Quem tem direito? Quais são as datas de liberação do pagamento? 3 prazos de restituição irpf 2019

  • Consulte se a sua declaração foi processada;
  • Verifique se preencheu corretamente os dados bancários na declaração;
  • Não informe despesas dedutíveis sem ter a comprovação ( notas fiscais, recibos, informes de rendimentos), a Receita Federal identificará a divergência e você ficará preso na malha fina.
Prazos de restituição IRPF 2019. Quem tem direito? Quais são as datas de liberação do pagamento? 4 prazos de restituição irpf 2019

Contabilidade Online descomplicada e econômica para a sua empresa

a partir de

R$ 99,00/mês

Licença Creative Commons

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons

Atribuição-Compartilha Igual 4.0 Internacional

Todo conteúdo do Blog do Meu Contador Online está disponibilizado com base na licença Creative Commons, que dá o direito de compartilhamento integral e parcial, desde que seja citada a fonte inclusive se compartilhado a partir de um compartilhamento.

Se um site compartilhar nosso conteúdo, deverá inserir o link que leva ao original em nosso blog, e caso um terceiro compartilhe a partir desse site que está compartilhando, deverá indicar nosso blog como sendo a fonte original, inserindo nosso link como referência.

Você não está proibido de usar nosso conteúdo em seu site, blog ou trabalho acadêmico, pelo contrário, desde que coloque o link que aponta para o artigo original em nosso blog concedendo aos nossos editores os créditos pelo trabalho de criação que fizeram. Obrigado.